Multa de trânsito fica até 900% mais cara a partir de sábado


A partir deste sábado, motoristas que infringirem as leis de trânsito sentirão um gosto mais amargo no bolso. Isso porque o valor das multas será reajustado em até 900%, de acordo com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). O aumento está previsto na Lei 12.971, que altera 11 artigos do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) – a maioria se refere a ultrapassagens.

O valor da multa por uma ultrapassagem em local proibido, considerada infração gravíssima, vai saltar de R$ 191,54 para R$ 1.915,40, uma alta de 900%. Com a vigência da Lei 12.971, o artigo 191 prevê a aplicação de multa 10 vezes o valor da gravíssima e a suspensão do direito de dirigir.

O Denatran também alerta que, se houver reincidência no período de até 12 meses, será aplicada uma multa com o dobro do valor multiplicado, atingindo R$ 3.830,80. De acordo com o órgão, o objetivo das mudanças é aumentar a segurança dos motoristas e pedestres, e incentivar a condução de forma segura.

Polo UAB tem inscrições abertas para cursos de especialização em Gestão


univasf11

Estão abertas as inscrições para três cursos de Especialização em Gestão na modalidade à distância da Universidade do Vale do São Francisco – UNIVASF no Polo UAB Juazeiro. Os interessados têm até o dia 03 de novembro para fazer o cadastro pelo endereço eletrônicohttp://www.sead.univasf.edu.br/processoseletivo.

São 100 vagas para os cursos de Especialização em Gestão em Saúde Pública (25 vagas), Especialização em Gestão Pública Municipal (25 vagas) e Especialização em Gestão Pública – 50 vagas. Podem participar dos cursos todos os portadores de diploma em qualquer curso de nível superior.

Os cursos serão ofertados no Polo UAB de Juazeiro, com prazo de término para abril de 2016. Não há mensalidade, pois o curso é gratuito, mas a inscrição custa R$80. Para mais informações, entrar em contato com o Polo UAB Juazeiro no número (74) 3613-2144.

Petrolina teve mais emprego do que desemprego no mês de setembro


Secretário Jorge Assunção

Os números apresentados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – Caged- indicaram que, no mês de setembro, os índices de admissão em Petrolina superam os de demissão, em todos os setores pesquisados pelo órgão.

O segmento que mais teve acréscimo no número de abertura de postos de trabalho foi de agronegócios, que contabilizou 61,80% de admissões, diante de 38,20% de desligamentos. Em seguida, o setor de Comércio apresentou 56,91% de novos empregos, a área de Serviços 54,65% e Construção Civil 52,24%.

Para o presidente da Cooperativa Agrícola de Produtores de Uva, Edis Matsumoto, o saldo positivo de empregos na cidade pode ser atribuído ao período de safra e exportação de frutas no Vale do São Francisco, que garante a empregabilidade de centenas de pessoas para suprir a demanda de serviço.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico e Agrário, Jorge Assunção, os números indicam a importância do setor de agronegócios para a estabilidade da economia na cidade. “Os números demonstram a relevância do agronegócio para o município. Tendo em vista o ciclo econômico, a ascensão de admissões no setor tem impacto direto nas demais áreas que dialogam com ele e que se beneficiam, gerando mais renda e consequentemente abrindo novas oportunidades de emprego. A cidade responde bem aos incentivos que são injetados aqui e isso gera benefícios para todos”, avalia.

O secretário destaca ainda as ações do governo municipal para o aquecimento do mercado de trabalho. “Temos na cidade uma série de projetos, desenvolvidos pela gestão do prefeito Lossio, que também são responsáveis por promover esse crescimento apontado pelo Caged, especialmente na área da construção civil, estimulada com as mais 13 mil moradias contratadas pela Prefeitura para o programa Minha Casa, Minha Vida”, pontua Jorge Assunção.

Prefeitura de Juazeiro leva equipe de Judô a Campeonato Brasileiro


judo em jua

A Prefeitura de Juazeiro, através do programa Mais Educação da Secretaria de Educação e Esportes, levará a equipe de Judô da Escola Municipal Celso Carvalho, do Projeto Mandacaru, para competir no Campeonato Brasileiro de Judô, dia 01 de novembro, na cidade de Ouro Preto, em Minas Gerais.

Quem acompanha as alunas é a articuladora Rose Assis que se empolga para falar sobre o Mais Educação e de como isso influencia na vida dos alunos. “Ser uma das articuladoras do projeto é uma honra para mim. Gosto de me envolver e ajudar os alunos a buscarem, através das atividades, os seus sonhos”.

As alunas Taís Freitas (14) e GeisaLaiane (16), começaram a treinar Judô nas atividades da escola, desde 2012. Ao se interessarem mais pela modalidade esportiva, conseguiram se destacar e chegaram, inclusive, a ganhar medalhas de ouro. “Eu disputei agora os jogos Abertos do Interior em Simões Filho e fui campeã, assim como nosso professor James”, disse Geisa. Taís também foi campeã em Simões Filho, nos Jogos Escolares.

Elas estão empolgadas e acreditando no sucesso. “Eu estou muito feliz de poder ir competir e espero poder trazer mais uma medalha de ouro para minha cidade, representando a minha escola. Agradeço à minha escola, ao Mais Educação, porque foi através do programa que eu passei a treinar e isso me influenciou a participar mais das aulas e hoje viajar representando a escola e a cidade”, reconheceu Taís.

Fórum de Direito Agrário da Facape discute criação de um novo órgão para cadastro de terras


imagem1

Termina nesta quinta-feira (30) o 1º Fórum de Direito Agrário da Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape). O evento começou o nessa quarta-feira (29) com palestras que chamaram a atenção para a necessidade do Estado brasileiro ter informações mais concretas do seu ambiente rural.

De acordo com o engenheiro agrônomo e perito federal do Incra, Dr. Ricardo de Araújo Pereira, que foi um dos palestrantes do evento, o caminho para obter essas informações de forma mais precisa seria a criação de um órgão federal de terras, que trabalhasse em parceria com as outras instituições que existem atualmente, como Embrapa, Funai, Incra e as próprias prefeituras.

“Esse órgão teria função estatal e não de governo. Atualmente, os cadastros do Incra não falam entre si e as informações são desencontradas. É comum identificar distorções no tamanho das áreas: no papel é uma dimensão e na realidade é outra diferente. Os órgãos existentes também não dialogam para deter os dados do ambiente rural dos municípios”, explicou.

O outro palestrante, o economista e administrador Dr. Bastiaan Philip Reydon, também falou sobre os problemas no setor agrário, fazendo um breve histórico sobre a estrutura dos órgãos e destacando pontos importantes, como o desmatamento.

Programação

A programação de desta quinta-feira (30),  começa às 18h50 com a palestra ‘Conceitos de imóvel rural e suas aplicações na certificação e registro de imóveis’, do procurador federal do Incra, Ridalvo Arruda. Às 20h30, acontecerá a palestra do professor da Facape e procurador da Fazenda, Marlone Montalvão, com o tema ‘Possibilidades do uso do georreferenciamento no cadastro de imóveis rurais na Receita Federal e a arrecadação do ITR – uma visão constitucional’.(ASCOM/FACAPE)

Associação de moradores e Prefeitura de Petrolina preparam cemitério para dia de finados


A Prefeitura Municipal de Petrolina está atendendo em uma programação especial os cemitérios da cidade para o dia de finados que será lembrado por milhares de pessoas nesse dia 02 de novembro. Ainda em parceria com as associações de moradores a exemplo da comunidade do João de Deus, o trabalho vem acontecendo de modo a garantir tranquilidade aos visitantes dos cemitérios.

No bairro João de Deus, onde são esperadas cerca de 5 mil pessoas, uma missa será celebrada as 7h no cemitério Campo da Esperança através da Paróquia São João Batista para a comunidade. Também serão disponibilizados toldos para a celebração da missa. 
Na comunidade, assim como nos demais dois cemitérios, Campo da Paz e Campo das Flores respectivamente nos bairros Loteamento Recife e Centro, a Prefeitura está realizando mutirões de limpeza desde a última semana. Além disso, nos cemitérios do Centro e Henrique Leite serão celebradas missas as 6h e 7h, respectivamente.
A expectativa é que nos três cemitérios circulem cerca de 80 mil pessoas, sendo o maior movimento no cemitério Campo das Flores no Centro com a média de 40 mil visitantes.

Sucesso na abertura da 1ª Fliunivasf com palestra de Niéde Guidon e apresentação da Camerata Matingueiros


A solenidade contou com a participação do reitor e do vice-reitor da Univasf, Julianeli Tolentino de Lima e Telio Nobre Leite e vários convidados

Foi realizada, nessa quarta-feira(29), no Complexo Multieventos, Campus Juazeiro (BA) da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), a abertura oficial da 1ª Festa Literária da Univasf (Fliunivasf). A solenidade contou com a participação do reitor e do vice-reitor da Univasf, Julianeli Tolentino de Lima e Telio Nobre Leite, respectivamente; e de convidados da Fliunivasf, como a diretora presidente da Fundação Museu do Homem Americano (Fundham), Niéde Guidon; o professor da Universidade de Brasília (UnB) Antônio Miranda; o pesquisador em psicossomática Jean Claude Obry; e o presidente da Academia de Letras de Brasília, José Carlos Gentili.

Após a cerimônia de abertura, Niéde Guidon proferiu palestra sobre o tema “O homem americano no Sertão: pesquisas na Serra da Capivara – PI”. Ela destacou o papel da Univasf para o Nordeste e para a formação de jovens da Região. “A Univasf é uma solução para o Nordeste, uma região que tem muito a ser descoberto e a Univasf é importante para a formação das pessoas daqui. A riqueza existente em São Raimundo Nonato já gerou mais de 40 teses de doutorado desenvolvidas por pessoas de outros países. Agora, o conhecimento científico pode ser gerado por profissionais da própria região, formados pela Univasf”, disse, referindo-se ao patrimônio arqueológico da Serra da Capivara, no Piauí.

A Camarata do Matingueiros foi a grande atraçao cultural da noite

Para Julianeli Tolentino, a realização da 1ª Fliunivasf representa um marco dentro de outra data importante, os 10 anos da Univasf. Ele destacou que o evento tem como objetivo introduzir, em nossa região, a leitura e o uso do livro como uma forma de disseminação do conhecimento. “Nós estamos em um polo, entre duas cidades que têm mais de 500 mil habitantes, e onde há apenas uma livraria, apesar de termos seis instituições de ensino de nível superior. A Festa Literária vem para mudar esse cenário, introduzir algo novo, fomentando a cultura da leitura”, ressaltou o reitor. Ele também comentou que a Fliunivasf entrará para a agenda dos grandes eventos promovidos pela Universidade.

José Carlos Gentili destacou que eventos como a Fliunivaf são de grande importância para a sociedade, em decorrência dos baixos índices de leitura em nosso país. “Nós devemos proporcionar e alavancar a educação e a cultura a todos brasileiros, em todos os momentos”, disse o presidente da Academia de Letras de Brasília. A abertura oficial da 1ª Fliunivasf foi encerrada com um show instrumental da Camerata Matingueiros, que encantou o público com um repertório variado de canções não autorais.

Lucídio Alencar, membro da coordenação da Fliunivasf, fez uma avaliação positiva do primeiro dia da Festa. “Durante o dia tivemos muita visitação, principalmente das crianças que participaram das atividades do Espaço Chiquinho. A expectativa é que esse público só aumente até o fim do evento”, disse. A programação da Fliunivasf, que é gratuita e aberta a toda comunidade, continua durante o dia de hoje (30) e segue até amanhã (31) com minicursos, oficinas, exibição de filmes pelo projeto Cinema no Vale, feira de livros, atividades infantis, mesas redondas, palestras e apresentações culturais. Confira a reportagem da TV Caatinga sobre a 1ª Fliunivasf.(Ascom)

Enfermeiras morrem em grave acidente de carro em Petrolina


imagem1

As enfermeiras Maria Liberacia Ferreira de Sá Pessoa e Elenita Adelaide da Silva, foram vitimas de um grave  acidente de carro ocorrido  nesta quinta-feira(29) na BR-428, próximo a Serra da Santa em Petrolina.

No acidente um caminhão que vinha de Juazeiro carregado com  mercadorias do Mercado do Produtor sofreu uma tentiva de assalto e o motorista terminou jogando o seu veiculo tentando fugir dos bandidos  em  uma Amarok, de placa PGR-1124, conduzida por Jose Alves Terto, onde estavam as vitimas fatais. A Amorok  que pertencia a Secretaria Estadual de Saúde terminou capotando  e ocasionando o falecimento de suas duas passageiras.

Alguns feridos foram conduzidos ao Hospital Universitário. A Polícia Rododviária acompanhou o fato e esteve no local registrando os acontecimentos.

Bandidos assaltam agência do Banco do Brasil em Uauá-Ba


imagem1

Uauá-Ba depois do assalto com os moradores assustados com ação dos larápios

imagem1

Manchas de sangue no chão da agência do Banco do Brasil, onde os ladrões feriram o vigilante

imagem2

Ladrões levam 03 refens e saem da cidade levando o dinheiro do assalto

O Banco do Brasil, na cidade de Uauá, foi assaltado, na manhã de hoje (30), deixando um vigilante baleado com três tiros. Os meliantes  encapuzado ainda levaram 3 reféns (Blog do Banana)

Depois da eleição de Dilma, PT de Petrolina se reune para pensar no futuro


Vereadora Cristina Costa assumiu novos compromissos com o PT de Petrolina, agora como Presidente do Partido

Vereadora Cristina Costa,  como Presidente do Partido dos Trabalhadores

O Partido dos Trabalhadores de Petrolina, através de seu Diretorio Municipal,  está encaminhando aos seus membros  uma convocatória para reunião neste sábado, primeiro  de novembro em sua sede localizada na Rua Castro Alves, 227, centro.

Na pauta,  os assuntos que serao avaliados pelos petistas sao: Eleições; Conjuntura politica; Informes e outros assuntos. A convocação foi encaminhada a imprensa pela Presidenta do Partido em Petrolina, Vereadora  Cristina Costa.

UPAE de Petrolina encerra cronograma do Outubro Rosa com palestras para usuários


A Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada (UPAE), de Petrolina (PE), através do setor de Serviço Social, está encerrando o cronograma de atividades do Outubro Rosa. Até a próxima sexta-feira (31), pela manhã e pela tarde, os ​usuários que aguardam consultas e exames estão recebendo palestras sobre a prevenção do Câncer de Mama.

Segundo a coordenadora do Serviço Social da instituição, Maria de Nazaré Cunha, o objetivo é lembrar ao público a seriedade de cuidar da saúde, principalmente neste caso específico do câncer de mama. “Durante todo o mês de outubro trabalhamos engajados nessa campanha do Outubro Rosa para fazer essa conscientização com os nossos pacientes. Ressaltar a importância do autoexame da mama, da mamografia e da detecção precoce do câncer”, pontua.

“O câncer de mama atinge 57 mil mulheres por ano no Brasil. Então, é importante sempre fazer esse trabalho de conscientização e promoção do tema”, alerta a assistente social.

A profissional também fez um balanço das atividades desenvolvidas. “As ações do Outubro Rosa na UPAE foram muito positivas. Conseguimos alcançar um grande público. Esclarecemos as principais dúvidas como, por exemplo, sobre a importância da alimentação, de evitar o estresse do dia a dia, além de outros aspectos que podem ajudar a manter a qualidade de vida de cada pessoa”, comemorou Maria de Nazaré Cunha.

Moscamed prepara pacote de tecnologias ‘limpas’ para o combate às moscas-das-frutas


vcvc

Os parasitóides, popularmente conhecidos como vespas, são inimigos naturais das moscas-das-frutas.

A Biofábrica Moscamed Brasil deu o primeiro passo para o registro de um pacote tecnológico para combate às moscas-das-frutas, junto ao Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), neste mês de outubro. Trata-se dos parasitoides Diachasmimorpha longicaudata e Fopius arisanus, usados em vários países para controle biológico de moscas-das-frutas dos gêneros Anastrepha, Bactrocera e Ceratitis.

A proposta da Moscamed é multiplicar os parasitóides em laboratório, liberá-los em campo para reduzir as populações das moscas-das-frutas. A tecnologia ‘limpa’ poderá ser utilizada em plantações comerciais e também por agricultores que desenvolvem a produção de frutos orgânicos no Vale do São Francisco (VSF), que por não fazerem uso do controle químico, os pomares podem funcionar como repositórios para a praga.

Os parasitóides, popularmente conhecidos como vespas, são inimigos naturais das moscas-das-frutas. Com o Diachasmimorpha longicaudata o processo acontece quando a fêmea da vespa introduz o ovipositor no interior do fruto e coloca seus ovos dentro do corpo da larva da mosca, surgindo uma  nova vespa, que elimina a praga. Já as fêmeas do Fopius arisanus, detectam os ovos de moscas-das-frutas no interior dos frutos, dentro dos quais depositam seus ovos, de onde sairá também um novo parasitóide.

As moscas-das-frutas são consideradas uma das maiores pragas agrícolas no mundo. A praga tem preocupado os produtores do VSF, pois existe na região uma variedade de culturas hospedeiras dos insetos, que provoca perdas diretas em campo e o aumento no custo da produção. Os prejuízos somam 120 milhões de dólares por ano para a fruticultura brasileira e mais de 2 bilhões de dólares para a fruticultura mundial.

O Presidente da Moscamed Brasil, Jair Virgínio, explica que recentemente os governos baiano e pernambucano liberaram recursos financeiros para conduzir um programa de área ampla, empregando medidas para supressão da praga. Ele informa ainda que para o programa ter sucesso, é fundamental que haja tecnologias que contribuam para o controle da mosca-das-frutas em sistemas de produção orgânico.

A Moscamed considera que as vespas poderão ser usadas igualmente na região norte do Brasil, em programas fitossanitários de combate a mosca-da-carambola (Bactrocera carambolae). A mosca que afeta a carambola é uma praga quarentenária, ou seja, está presente em outros países ou regiões e mesmo sob controle permanente, constitui ameaça a economia agrícola do país ou região importadora.

De acordo com Virgínio, a nova tecnologia vem somar na luta contra os insetos. “Conjugados ao uso de machos estéreis, já registrados pela Moscamed, os parasitoides podem se tornar ferramentas importantes para o manejo de moscas-das-frutas em todo o Brasil, contribuindo para reduzir a pressão provocada por essa praga”, concluiu Virginio.

O Projeto de registro, produção e comercialização das vespas é uma parceria entre a Moscamed e a Agropec.

Parasitoides

A pesquisa sobre a Diachasmimorpha longicaudata foi iniciada em 1994 em um projeto coordenado pelo Dr. Antônio Souza do Nascimento, da Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical, em Cruz das Almas, BA.  Já o parasitoide Fopius arisanus foi introduzido em 2012, em projeto coordenado pela Dra. Beatriz Paranhos, da Embrapa Semiárido, em Petrolina, PE.

 

Travessia do Rio São Francisco fica mais cara a partir de 1º de novembro


Travessia Petrolina – Juazeiro. Fonto: Internet

Do G1 Petrolina

Cerca de 2 mil pessoas fazem a travessia dePetrolina, no Sertão pernambucano, para a cidade vizinha Juazeiro-BA, por embarcações de transporte coletivo, conhecidas popularmente como barquinhas. A partir do sábado (1º), o trajeto, que cruza o Rio São Francisco, vai ficar um pouco mais caro. A tarifa vai passar a custar R$ 1,20, dez centavos a mais do que o preço atual.

Segundo o presidente da Associação Travessia das Barquinhas (ATB), Luiz Raimundo Pereira, o acréscimo no valor se deve ao aumento nos salários dos funcionários que operam o meio de transporte e o reajuste também no valor do óleo diesel, combustível que abastece as embarcações. “O aumento é uma tentativa de equilibrar as contas. Quando sobe o óleo diesel, não tem jeito, quem paga é o consumidor, mas tem que subir de acordo com o regulamento”, explica.

Preço na passagem da barquinha aumenta em R$0,10 (Foto: Emerson Rocha/Arquivo pessoal)
Preço na passagem da barquinha aumenta em
R$0,10 (Foto: Emerson Rocha/Arquivo pessoal)

O regularmento que o presidente se refere é o estipulado pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), instituição que fiscaliza esse tipo de transporte. De acordo com Luiz, o preço de R$ 1,10 estava em vigor há cerca de dois anos e o pedido de alteração no preço foi autorizado pela Antaq em setembro deste ano.

Por se tratar de um acréscimo pequeno na tarifa, Pereira não acredita que os usuários deixem de utilizar o serviço. “Quando o preço aumenta, as pessoas reclamam no começo, mas depois se acostumam. Com os ônibus, por exemplo, a situação é um pouco diferente. Não acho que a nova tarifa vai afetar no número de passageiros”, comentou. Por via terrestre, apenas uma empresa de ônibus faz a linha Petrolina-Juazeiro e a passagem varia de R$ 1,60 a R$ 2,80, a depender do trajeto.

Atualmente dez embarcações fazem a travessia entre as cidades. Cinco barquinhas se revezam no trajeto que dura entre cinco a dez minutos. As atividades começam a partir das 6h com um transporte saindo da orla de Petrolina e outro da orla de Juazeiro com tempo médio de espera entre as barcas de 15 minutos. A travessia acontece independente do número de passageiros, com capacidade máxima de até 100 pessoas por embarcação. Já no período norturno, que compreende das 19h às 23h, apenas uma barca realiza o transporte.

Tem vaga de professor temporário na FACAPE. Veja o Edital


facape no vestibular

A Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape) prorrogou até esta sexta-feira (31) o prazo de inscrições para a seleção de professores temporários. As vagas são para o curso de pós-graduação lato sensu em Psicologia Jurídica.

Os interessados deverão acessar o edital e fazer as inscrições na página eletrônica da Facape (www.facape.br, no link ‘Concursos’) ou diretamente no linkhttp://sistemas.facape.br:8080/concurso/actConcurso.do?m=iniciarConcurso&id=53.

O processo seletivo será realizado em etapa única, constituída de avaliação curricular de títulos. A previsão é de que o resultado final seja divulgado no dia 7 de novembro.

A ‘Veja’mentiu: Advogado de Youssel confirma a armação


:

A situação da revista Veja e da Editora Abril, que atingiu o fundo do poço da credibilidade no último fim de semana, com a capa criminosa contra a presidente Dilma Rousseff, acusada sem provas pela publicação, pode se tornar ainda mais grave.

Reportagem do jornal Valor Econômico, publicada nesta quinta-feira, revela algo escandaloso: o “depoimento” do doleiro Alberto Youssef que ancora a chamada “Eles sabiam de tudo”, sobre Lula e Dilma, simplesmente não existiu.

Foi uma invenção de Veja, que atentou contra a democracia, tirou cerca de 3 milhões de votos da presidente Dilma Rousseff e, por pouco, não mudou o resultado da disputa presidencial, ferindo a soberania popular do eleitor brasileiro.

Quem afirma que o depoimento não existiu é ninguém menos que o advogado Antônio Figureido Basto, que representa o doleiro. ”Nesse dia não houve depoimento no âmbito da delação. Isso é mentira. Desafio qualquer um a provar que houve oitiva da delação premiada na quarta-feira”, disse ele.

Basto também nega uma versão pró-Veja que começou a circular após as eleições – a de que Youssef teria feito um depoimento e depois retificado. “Não houve retificação alguma. Ou a fonte da matéria mentiu ou isso é má-fé mesmo”, acusa o defensor de Youssef.

Com isso, a situação de Veja torna-se delicadíssima. No fim de semana, a publicação passou por uma das maiores humilhações de sua história, ao ser obrigada a publicar um direito de resposta contra um candidato – no caso, a presidente Dilma Rousseff – em pleno dia de votação.

Agora, a revista pode ser condenada a circular neste próximo fim de semana com uma capa e páginas internas, também com direito de resposta. A decisão está nas mãos do ministro Teori Zavascki, que pode decidir monocraticamente – ou levar a questão ao plenário do Supremo Tribunal Federal. Mas mesmo no plenário Veja tende a perder. Afinal, como os ministros justificariam o direito de informar uma mentira, com claras finalidades eleitorais e antidemocráticas?

Veja cometeu um atentado contra a democracia brasileira, que envergonha o jornalismo, e este crime é apontado pelo próprio advogado do doleiro Youssef. Os responsáveis diretos são: Giancarlo Civita, controlador da Abril, Fábio Barbosa, presidente da empresa, e Eurípedes Alcântara, diretor de Redação de Veja.

O advogado que representa Alberto Youssef, Antonio Figueiredo Basto, negou envolvimento na divulgação de informações que teriam sido prestadas pelo doleiro no âmbito da delação premiada, sobre o conhecimento de suposto esquema de corrupção na Petrobras pela presidente reeleita Dilma Rousseff (PT) e pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Asseguro que eu e minha equipe não tivemos nenhuma participação nessa divulgação distorcida”, afirmou ao Valor Pro. A informação de que Dilma e Lula sabiam da corrupção na Petrobras foi divulgada na sexta-feira passada pela revista “Veja”.

No mesmo dia, o superintendente da Polícia Federal (PF) no Paraná, delegado Rosalvo Ferreira Franco, determinou abertura de inquérito para apurar “o acesso de terceiros” ao conteúdo do depoimento prestado por Youssef a delegados da PF e a procuradores da República.

“Acho mesmo que isso tem que ser investigado. Queremos uma apuração rigorosa”, garante Basto, que já integrou o conselho da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar). “Eu não tenho nenhuma relação com o PSDB. Me desliguei em 2002 do conselho da Sanepar [controlada pelo governo do Estado]. Não tenho vínculo partidário e nem pretendo ter. Nem com PSDB, nem com PT, nem com partido algum”, afirma. O Paraná é governado por Beto Richa desde janeiro de 2011. Ele foi reconduzido ao cargo no primeiro turno da eleição deste ano.

A reportagem menciona que a declaração de Youssef teria ocorrido no dia 22 de outubro. “Nesse dia não houve depoimento no âmbito da delação. Isso é mentira. Desafio qualquer um a provar que houve oitiva da delação premiada na quarta-feira”, afirma, irritado, Basto. O advogado diz ser falsa a informação de que o depoimento teria ocorrido na quarta-feira para que fosse feito um “aditamento” ou retificação sobre o que o doleiro afirmara no dia anterior: “Não houve retificação alguma. Ou a fonte da matéria mentiu ou isso é má-fé mesmo”, acusa o defensor de Youssef.

Iniciadas no final de setembro, as declarações de Youssef que compõem seu termo de delação premiada são acompanhadas pelo advogado Tracy Joseph Reinaldet dos Santos, que atua conjuntamente com Basto.

O Valor PRO apurou que o alvo principal da operação Lava-Jato disse em conversas informais com advogados e investigadores, que pessoalmente considerava “muito difícil” que o presidente da República não tivesse conhecimento de um esquema que desviaria bilhões de reais da Petrobras para abastecer caixa dois de partidos e favorecer empreiteiras.

“Todo mundo lá em cima sabia”, teria dito o doleiro, sem, no entanto, citar nomes ou apresentar provas.

O esquema de corrupção na diretoria de Abastecimento da Petrobras teria começado em 2005, segundo a investigação e o interrogatório à Justiça Federal do ex-diretor de Abastecimento da petrolífera, Paulo Roberto Costa. Era o segundo ano do primeiro mandato do então presidente Lula. Dilma foi nomeada ministra de Minas e Energia em 2003.

Segundo a versão de Costa à Justiça, Lula teria cedido à pressão partidária para nomeá-lo diretor da Petrobras, sob risco de ter a governabilidade ameaçada pelo trancamento da pauta do Congresso. “Mesmo que essa declaração do Paulo Roberto [Costa] seja fato e que a comprovemos nos autos, qual é o crime que existe nisso?”, questiona um dos investigadores da Lava-Jato. “Uma coisa é a atividade política. Outra é eventual crime dela decorrente. Toda a delação de Costa e outras que venham a ocorrer serão submetidas ao crivo do inquérito policial e da devida investigação”, esclarece.

A PF também instaurou inquérito para apurar supostos vazamentos da delação premiada de Costa.

Investigações sobre vazamentos podem resultar em processo penal. No dia 21 deste mês, o deputado federal Protógenes Queiroz (PC do B-SP) foi condenado pela 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) por violação de sigilo funcional qualificada. Queiroz, que é delegado da PF, foi responsabilizado por “vazar” informações da operação Satiagraha, deflagrada em São Paulo em 2008.(Fonte: 247)