Marcha histórica pela liberdade reúne 3,7 milhões na França


imagemimagem1

Entre 1,2 milhão e 1,6 milhão de pessoas realizaram em Paris na tarde deste domingo (11) uma manifestação histórica pela liberdade e pela democracia após os atentados terroristas registrados na França nesta semana. A passeata também homenageou os 17 mortos em três ataques diferentes nos últimos dias – entre eles as 12 pessoas que morreram em um atentado contra a sede do jornal “Charlie Hebdo”. Manifestações também foram realizadas em outras cidades da França, somando 3,7 milhões de pessoas nas ruas em todo o país.

Uma verdadeira maré humana tomou conta das ruas de Paris. A multidão, reunida sob um frio sol de inverno, alternava slogans como “Viva a França”, “Eu sou Charlie” e sua variação mais abrangente “Eu sou Charlie, judeu, policial”.

“Paris hoje é a capital do mundo”, afirmou o presidente francês François Hollande aos membros de seu gabinete reunidos no palácio do Eliseu, antes de se dirigir para a manifestação.

Outras cidades francesas também reuniram milhares de pessoas nas ruas. Entre 150 mil e 200 mil pessoas marcharam em Lyon (centro), 115 mil em Rennes (oeste), 100 mil em Bordeaux (sudoeste) e 60 mil em Marsella (sul), segundo a France Presse.

A passeata de Paris começou pouco antes das 15h30 locais (12h30 de Brasília) na Praça da República, liderada pelas famílias e parentes de vítimas dos ataques, seguidos por políticos, lideranças sindicais e religiosas. Atrás deles, uma multidão de anônimos seguia vagarosamente, por haver muitas pessoas no local. (G1)

Revista Movimentto lança edição especial com destaque para Petrolina nesta segunda-feira (12), na SBS Livraria


Capa (2)

Trazendo na capa um destaque para os 20 anos do Sest Senat a partir da Unidade de Petrolina, será lançada nesta segunda-feira (12), às 19h, na Livraria SBS, a edição de número 50 da Revista Movimentto – publicação mensal da Attiva Editora com uma tiragem de 20 mil exemplares, que circula há cinco anos em todo estado de Pernambuco.

A revista, que vem recheada com reportagens e anúncios dos avanços e oportunidades nos mais diversos segmentos produtivos de Pernambuco, traz em 80 páginas muita informação, entretenimento e notícias atualizadas do litoral ao sertão. Com um projeto gráfico-editorial ousado e abordando temas como o empreendedorismo, agronegócio, comportamento, cultura, turismo e as demais vocações das regiões do Estado, a Movimentto nesta edição destaca o município de Petrolina. Um trabalho de produção desenvolvido pela Clas Comunicação & Marketing.

Nas 18 páginas dedicadas ao município, o leitor poderá conferir, por exemplo, um balanço dos trabalhos desenvolvidos pela Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL de Petrolina nos últimos quatro anos, além de conhecer os planos da nova gestão com a posse do presidente para o triênio 2015/2017, o empresário Manoel Vilmar. Ainda sobre o crescimento do comércio da cidade, a Movimentto ouviu o presidente do Sindilojas – Sindicato do Comércio Varejista de Petrolina, Joaquim de Castro e fez também uma matéria enfocando a boa fase do segmento de seguros no Vale.

Na série de reportagens sobre os 20 anos do Sest Senat, a Revista mostra, em detalhes, por que a Unidade de Petrolina conquistou, por mais de uma ocasião, a primeira colocação nacional no Prêmio Gestão Operacional. E concluindo a participação de Petrolina, a colunista social Inah Torres, que assina a coluna Do Sertão do São Francisco, apresenta as novidades da região e os nomes que são notícia.

CONCURSO PÚBLICO: Banco do Brasil abre concurso com vagas em 15 Estados


concurso publico

O Banco do Brasil abriu inscrições para concurso público para preenchimento de cadastro de reserva para o cargo de escriturário. Há vagas nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina e Sergipe.

O salário inicial é de R$ 2.227,26 para uma jornada de 30 horas semanais. Podem concorrer aqueles com diploma de nível médio e idade mínima de 18 anos completos até a data da contratação.

Os empossados também têm direito a benefícios como participação nos lucros ou resultados, ajuda alimentação de R$ 572, vale-refeição de R$ 431,16, vale-transporte, Vale-Cultura de R$ 50, auxílio-creche, auxílio a filho com deficiência e previdência privada.

A primeira etapa do concurso ocorre em 15 de março e consiste em uma prova com 70 questões objetivas. A seleção ainda inclui uma prova de redação e exames médicos. Em cumprimento a projeto aprovado no Senado, 20% das vagas serão reservadas para candidatos que se declararem negros.

As inscrições podem ser feitas até 19 de janeiro somente pelo site da Fundação Cesgranrio (www.cesgranrio.org.br). A taxa é de R$ 40.

Presidenta Dilma quer lei para criminalizar a homofobia


imagemUma das prioridades da presidente Dilma Rousseff (PT) neste segundo mandato será aprovar uma lei que torne crime a homofobia. Líderes religiosos são contra a proposta. A investigação obrigatória para mortes consequentes de ações com policiais também deverá ser outra prioridade do atual governo.

Assim como existe a Maria da Penha para a violência contra a mulher, a presidente Dilma quer implantar uma lei específica para homofobia, segundo ministros entrevistados pela Folha.

Um projeto de criminalização da homofobia está em debate há oito anos no Senado, porém será arquivado por tramitar há mais de duas legislaturas, como prevê o regimento.

Entidades que lutam pelos direitos dos homossexuais como a ABGLT e o Grupo Gay da Bahia consideraram o arquivamento “um desastre”. Esses movimentos querem que a homofobia seja equiparada ao crime de racismo.

Segundo pesquisa feita pelo Grupo Gay da Bahia, pelo menos 312 gays, lésbicas e travestis brasileiros foram assassinados em 2013, o que representa uma média de um homicídio a cada 28 horas e, ao mesmo tempo, uma queda de 7,7% em relação ao ano anterior. No entanto, a entidade estima que 99% dessas mortes foram motivadas por homofobia.

A outra proposta do governo federal diz respeito a um projeto que prevê investigação pela de todas as mortes por policiais. Um relatório do Fórum Brasileiro de Segurança Pública apontou, em novembro do ano passado, que os policiais brasileiros mataram uma média de seis pessoas por dia entre 2009 e 2013. Foram pelo menos menos 11.197 mortes provocados por policiais nesses cinco anos.

O número de mortes nesse período supera o da polícia dos Estados Unidos, que, ao ongo de 30 anos, matou 11.090 pessoas. “Elas (as mortes) não são investigadas, o que incentiva a ilegalidade policial”, afirma o deputado Paulo Teixeira (PT-SP), um dos autores do projeto. (247)

Até onde deve ir a liberdade de expressão


Renato Riella (Blog)

 Depois de tantas mortes na França, devemos perguntar ao mundo até onde deve ir a liberdade de expressão.

Há quase 50 anos me comunico com públicos diferenciados. Tenho orgulho de sentir a evolução conquistada pela sociedade. Estamos mais civilizados, reconhecendo o direito dos que são diferentes de nós.

Fico feliz de ver que hoje não devemos (não podemos) ridicularizar negros, gays, judeus, velhos e outras representações da humanidade.

Essas minorias, até há algumas décadas, eram massacradas pelos chamados “humoristas” ou pelos analistas mais preconceituosos da imprensa. Sempre fui contra isso, nas redações por onde passei.

As mortes ocorridas agora na França (dos cartunistas e dos jovens terroristas de nacionalidade francesa) devem nos fazer meditar sobre esse limite necessário da liberdade de expressão.

LEMBRA DO “BISPO” QUE CHUTOU NOSSA SENHORA?

Há alguns anos, o Brasil se revoltou com um “bispo” da Igreja Universal que chutou, na TV, uma imagem de Nossa Senhora, numa pregação fanática e desrespeitosa.

Muitos cristãos piedosos que conheço, naquela época, teriam trucidado esse “bispo”, se possível, mas a Universal rapidamente deportou o cara para outros países. Sumiu-se!

Agora, creio que o mundo deve discutir, nas mais altas esferas de pensamento, o limite da liberdade de expressão.

O Estado pode ser laico, aqui ou ali, mas a fé presente na sociedade precisa ser preservada e respeitada. A ONU deveria abrir um debate sobre isso, incentivando a implantação de legislações que defendam o direito de ter fé.

Da mesma forma que a Europa pune as publicações que defendem o nazismo, consideradas intoleráveis, precisa punir as criações que ataquem religiões estabelecidas e os seus símbolos máximos.

Caso contrário, voltaremos ao tempo das Cruzadas (na verdade, já estamos voltando). Se continuarem atacando Alá e Maomé, não conseguiremos segurar a reação dos grupos armados do Islã.

A fé muçulmana é monumental, presente em todos os cantos do mundo. Traz dentro dela muitos valores, infelizmente distorcidos por grupos fanáticos localizados. Deve ser respeitada tanto quanto nos chocamos quando atacam Nossa Senhora ou Jesus.

Qualquer pessoa tem o direito de ser ateu, mas não deve ter cobertura do Estado para atacar religiões nem minorias.

A liberdade de expressão com limites é um avanço da sociedade que precisamos preservar e ampliar.

Os exageros praticados pelos 12 humoristas assassinados não foram redimidos pela morte cruel. Eles erraram na dose – e ninguém percebeu isso a tempo de evitar a tragédia!

Para concluir: eu não quero ser Charlie.

Durante toda a minha formação profissional fugi desse caminho irresponsável.

Marta ataca Dilma e o PT: ”Ou muda ou acaba”


 Em entrevista ao jornal ‘O Estado de S. Paulo’ deste domingo (11), a ex-ministra da Cultura e senadora Marta Suplicy (PT-SP) fez uma série de críticas à presidente Dilma Rousseff e aos rumos do PT, partido que ajudou a fundar. Segundo ela, ‘ou o PT muda ou acaba’. Na entrevista, Marta cita episódios em que o ex-presidente Lula também teria criticado Dilma. E sugere que ele gostaria de ter sido candidato em 2014. A senadora, porém, afirma que Lula ‘nunca admitiu’ esse desejo a ela.

‘Nunca admitiu, mas decepava (sic) ela: ‘Não ouve, não adianta falar”, contou.

Para Marta, Lula pode ter desistido de enfrentar Dilma para evitar ‘uma disputa em que os dois iriam perder’.

POLÍTICA ECONÔMICA É UM FRACASSO 

A senadora definiu a política econômica de Dilma como ‘fracasso’ e disse que a presidente não mudou os rumos da gestão ‘porque isso fortaleceria a candidatura do Lula’.

Apesar de elogiar a nova equipe da Fazenda, composta por Joaquim Levy e Nelson Barbosa, Marta sugere não acreditar que eles terão independência para trabalhar.

‘É preciso ter humildade e a forma de reconhecer os erros é deixar a equipe trabalhar. Mas ela (Dilma) não reconheceu na campanha, nem no discurso de posse. Como que ela pode fazer agora?’.

Questionada se a nova equipe econômica poderia recorrer a Lula se contrariada, a senadora afirmou: ‘Você não está entendendo [referindo-se à jornalista]. O Lula está fora, totalmente fora.’

Em relação à cisão entre lulistas e dilmistas no partido, Marta definiu o atual chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, como ‘inimigo’ e disse que o presidente da sigla, Rui Falcão ‘traiu o projeto do PT’. A senadora diz apostar em uma disputa entre Mercadante e Lula em 2018.

QUERIAM BARRAR LULA 

‘Mercadante mente quando diz que não será candidato. Ele é candidatíssimo e está operando nessa direção desde a campanha, quando houve complô dele com Rui e João Santana [marqueteiro do partido] para barrar Lula.’

Marta se diz decepcionada com o próprio partido e que se sente ‘há muito tempo alijada e cerceada’. ‘Cada vez que abro um jornal fico estarrecida (…) É esse o partido que ajudei a criar e fundar?’.

Apesar disso, a senadora diz que ainda é uma ‘decisão duríssima’ a de abandonar o PT.’Não tomei a decisão nem de sair, nem para qual partido, mas tenho portas abertas e convites de praticamente todos, exceto PSDB e DEM.’

Ela também não confirma se disputará a prefeitura de São Paulo em 2016, mas diz que a mudança de sigla não ocorrerá em função disso. No caso, ela enfrentaria o prefeito Fernando Haddad (PT).

Padre Felipe toma posse na paróquia Nossa Senhora das Dores de Rajada neste domingo(11)


FOTO FELIPE 211 (4)

A Paróquia Nossa Senhora das Dores, sediada no distrito de Rajada, no município de Petrolina – PE, convida a todos para a posse do padre Felipe Gomes, que assumirá esta divisão territorial eclesiástica – paróquia -, no ano de 2015.

Após relevantes e históricos trabalhos desenvolvidos pelos padres antecessores, como: José Guimarães, Juraci da Silva e, mais recentemente, José Rogério – (estes dois últimos com o apoio imprescindível do seminarista Antônio), o padre Felipe foi nomeado pelo bispo diocesano de Petrolina – PE, Dom Manoel dos Reis de Farias para continuar os trabalhos já iniciados por estes sacerdotes e iniciar o que convém.

O ‘novo’ padre será empossado na paróquia da Mãe das Dores no dia 11 de janeiro, domingo, às 09h, com solenidade que já tem a presença garantida dos padres: Maurílio Quirino (paróquia São João Batista – Afrânio), José Rogério (reitor do seminário São José e ex-administrador da paróquia de Rajada), Fernando Ferreira (paróquia São Francisco das Águas – KM25), Juraci da Silva e Antônio Moreno (paróquia Sagrada Família – José e Maria).

Continuará na paróquia, o seminarista Antônio Solone, desenvolvendo os projetos iniciados e formando com o padre Felipe, a nova equipe administrativa paroquial.

Maiores informações: www.paroquianossasenhoradasdoresrajada.blogspot.com.br

Homem que passou seis anos em árvore arruma emprego e deixa ”cobertura”


O homem que viveu seis anos nesta arvore

O homem que viveu seis anos nesta arvore

No meio da natureza, a um quarteirão da praça mais nobre de Belo Horizonte, deitado em uma rede e de olho nas estrelas. Essa é a vida que muita gente pediu a Deus e poucos conseguem, mesmo clamando aos céus dia e noite. Mas o pedreiro Reginaldo de Souza Reis, de 40 anos, realizou tal sonho, embora de forma inusitada. Munido de coragem e audácia, ele passou os últimos seis anos no alto de uma árvore, mais propriamente, sobre galhos de uma mangueira na Rua Bernardo Guimarães, entre a Rua da Bahia e a Avenida João Pinheiro, no Bairro de Lourdes, Região Centro-Sul. Ontem foi a despedida de Reginaldo de sua “cobertura” e ele promete voltar aos fins de semana. “Aqui é bom demais, tenho de tudo”, disse Tarzan, apelido carinhoso recebido dos amigos e moradores da região.

Simpático e de papo bom, Reginaldo estudou até a “terceira série do curso primário”, o correspondente hoje ao quarto ano do ensino fundamental, é separado – “minha mulher mora nos Estados Unidos” – e tem um casal de filhos que vive em Ipatinga, no Leste de Minas. “Estou mudando, pois arrumei trabalho de carteira assinada e aluguei uma casa no Bairro São Gabriel, Região Norte da capital”, explicou o pedreiro, que, enquanto não tinha serviço, tomava conta de carros na rua. Ao subir com habilidade no pé de manga, faz questão de avisar ao repórter: “Não bebo nada de álcool, viu?”.

Antes de se mudar para a mangueira da Bernardo Guimarães, Reginaldo pensou em construir a sua “casinha” em uma castanheira próxima à Rua da Bahia. Desistiu, por ela ser muito alta, e escolheu um galho mais baixo da sua atual mangueira, hoje carregada de frutos da variedade coquinho. A transferência para o andar superior se deu quando o primeiro galho foi podado, impedindo necessidades básicas: que a rede de dormir ficasse amarrada ao tronco, a caixa de isopor para guardar as roupas se sustentasse nas cordas e a lona preta pudesse ficar esticada a fim de proteger da chuva.

Impossível não admirar a destreza de Tarzan ao escalar o tronco e chegar à rede, que fica a quatro metros do chão e está na área de metro quadrado mais caro da capital – cerca de R$ 12 mil para imóveis novos e R$ 7 mil para usados. Satisfeito, o pedreiro, nascido em Coronel Fabriciano, também no Leste do estado, está há 17 anos em BH e se orgulha ao contar que, na cobertura, não tem mosquito, não faz calor, há muita sombra, transborda de segurança e, à noite, só se ouve mesmo o som do silêncio. “Não sonho, não rolo na rede e não caio no passeio”, afirma, com convicção. Num minuto, sorri com malícia ao declarar que teve encontro íntimo entre as folhas. “E deu tudo certo, pois ninguém estava vendo.”

Criança

O amor pela vida ao ar livre, longe de multidões e perto da natureza, vem da infância. “Eu era menino e gostava de subir em árvores. Se pudesse hoje, moraria num lugar cheio de bicho e sem gente. Não precisaria nem de salário, trabalharia pela comida. O ser humano é muito difícil”, raciocina Reginaldo, enquanto estica o braço e colhe a manga, mostrando que, mesmo na ebulição urbana, mora no centro da natureza.

Ao passar pela rua e ver Tarzan no seu hábitat, o técnico em informática Iago Ferreira, de 20, morador do Bairro Candelária, em Venda Nova, fez uma foto com seu telefone celular e comentou: “Ter uma casa na árvore é o sonho de toda criança”. Perto dali, a estudante Larissa Xavier, de 21, considerou “interessante e ousado” o modo de viver desse “Tarzan da cidade”. Já o amigo de longa data, o lavador de carros Renato Lúcio, de 43, confessou que nem terá tempo para saudade. “Já dividimos uma casa e esta aqui será de veraneio”, brincou apontando para o galho.

Sempre sorridente, Reginaldo enumera outras vantagens de viver na árvore. Como está a um quarteirão da Praça da Liberdade, pode ver a iluminação de Natal antes de todo mundo e também se deliciar primeiro com as mangas. “O movimento nesse pedaço vai das 7h às 23h. Já vi muitas cenas aqui do alto, casais namorando, brigas, assaltos, corre-corre. Mas ninguém nunca me incomodou. Para tomar banho e demais necessidades, vou ao posto de gasolina, onde também assisto aos jogos de futebol. Como não gosto de novela, o meu companheiro à noite é um rádio de pilha.” E o endereço?, pergunta o repórter. “Não tenho nem dou, aliás, nem tenho celular”, responde Tarzan, que recebe habitualmente a visita de passarinhos, micos e até morcegos, “que não me incomodam”.(Diário de Pernambuco)

Terrorismo: Ataque em Paris foi “armadilha para chamar a atenção”, diz especialista


Duas operações policiais mataram três terroristas na sexta-feira (9)
AP

“Claro que não! O ataque à redação do Charlie Hebdo não tem nada a ver com religião. É um subterfúgio”, afirma o professor de Relações Internacionais da PUC-SP Reginaldo Nasser, sobre o atentado ocorrido no último dia 7, na capital da França.

Para Nasser, a ação é típica de grupos terroristas, uma armadilha cujo objetivo é chamar a atenção, mostrar poder e afirmar que o governo é fraco.

— Eles querem visibilidade. Por que não atacaram um jornal da periferia? No mesmo dia aconteceu um atentado no Iemêm, com 50 mortos. Mas ninguém falou nada.

“O recado foi dado. Eles mostraram nossa vulnerabilidade e que também somos alvo. Como pode dois homens, munidos com fuzis, sair atirando no centro de Paris, em plena luz do dia? Quem vai andar tranquilo agora nas redações e nas ruas?”, questiona.

Quatro reféns morrem no sequestro em supermercado na França

Amedy Coulibaly, de 32 anos, e Hayat Boumeddiene, de 26 anos, são suspeitos do sequestro
Divulgação/EFE

Em um discurso em rede nacional, o presidente da França, François Hollande, confirmou que quatro reféns morreram durante o sequestro realizado em um mercado judaico no leste de Paris nesta sexta-feira (9).

Ao todo, 20 pessoas foram sequestradas no local.

Hollande pediu união nacional e disse que o país deve continuar a ser “implacável” diante do racismo e do antissemitismo.

“Na verdade, foi cometido um ato antissemita terrível”, disse ele sobre a tomada de reféns por um atirador islâmico no supermercado Hiper Cacher, no distrito de Vincennes.

Um homem e uma mulher são suspeitos do crime. Amedy Coulibaly, de 32 anos, foi morto no local pela polícia. Ele é suspeito de ter ligação com o mesmo grupo militante islâmico dos dois irmãos responsáveis pelo ataque ao jornal Charlie Hedbo.

Acredita-se que ele estava agindo com uma mulher identificada como Hayat Boumeddiene, de 26 anos.

Hayat conseguiu fugir do local e ainda é procurada pela polícia.

A televisão francesa mostrou imagens de várias pessoas saindo correndo do supermercado após um tiroteio inicial e quatro reféns foram mortos no local.

Juazeiro-BA: Companhia de Segurança, Trânsito e Transportes divulga calendário das vistorias para transporte escolar


A Companhia de Segurança, Trânsito e Transportes (CSTT) de Juazeiro informa que a partir da próxima segunda-feira (12) serão iniciadas as vistorias para transporte escolar no horário das 8h estendendo-se o atendimento até o último veículo.

O setor de fiscalização de transportes orienta que os interessados fiquem atentos não somente as datas, mas também aos locais que serão diferenciados, abrangendo regiões distintas de acordo com os distritos. A documentação obrigatória deve ser apresentada no ato da vistoria (original e xerox), sendo: CNH (categoria D ou E), comprovante de residência atual, documentação do veiculo atual, antecedentes criminais da vara do crime (fórum ou www.tjba.jus.br), 2 fotos 3×4, nada consta no CNH, carteira do curso de condutor. Segue calendário abaixo:

12/01 – Local: Garagem da Prefeitura Municipal de Juazeiro

Abrangendo: Sede, Povoado do Salitre, Goiabeira, Curral Novo, Junco, Rodeadouro e particulares.

13/01 – Local: Carnaíba do Sertão

Abrangendo: Carnaíba do Sertão, Juremal e Massaroca.

17/01 – Local: Maniçoba

Abrangendo: Povoado de Maniçoba, Mandacaru, Conchas, Campos, Lagoa da Pedra e Buqueirão.

18/01 – Local: Itamotinga (realização da vistoria próximo ao Posto São José)

Abrangendo: Distrito de Itamontinga, Pontal. NH3, CAJ, São José, Baraúna e Periquito.

07/02 – Local: Abóbora

Abrangendo: Distrito de Abóbora, Lagoa do Boi, Pinhões, Angico, Angical, Poço do Angico, Poções e Umburana.

08/02 – Local: Garagem da Prefeitura de Juazeiro

Abrangendo: todos os retardatários.

Centro de Conservação e Manejo da Fauna da Caatinga solta animais recuperados no Parque Estadual das Sete Passagens em Miguel Calmon – BA


cemauma

Foi nessa quinta-feira, 08, que  a equipe do Centro de Conservação e Manejo da Fauna da Caatinga (CEMAFAUNA CAATINGA) teve a sensação de dever cumprido ao acompanhar mais uma missão de soltura de animais silvestres reabilitados na instituição. Dessa vez, o local escolhido para ser a nova morada de três guaxinins e 20 jabutis foi o Parque Estadual das Sete Passagens em Miguel Calmon – BA, que conta com uma área de 2.821 hectares de muita beleza e abastado bioma da caatinga e um remanescente de mata atlântica.

            Durante a ação estiveram presentes, além do supervisor técnico-administrativo, Fábio Teixeira, a médica veterinária, Adriana Quirino, ambos do CEMAFAUNA, o biólogo Yure Valença, e o engenheiro florestal Josemário Matos, da unidade regional do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA) em Juazeiro-BA (responsável por gerir a unidade de conservação escolhida), órgão fiscalizador estadual que viabiliza o habitat adequado e autoriza a operação de soltura.

            De acordo com Josemário, a parceria desenvolvida entre o CEMAFAUNA e o INEMA já rendeu mais de 10 solturas de diversas espécies resgatadas ao longo da obra do Projeto de Integração do São Francisco no estado da Bahia, já que sua estrutura de triagem encontra-se instalada em Salvador. “Em contato com a veterinária Adriana que se mostrou bastante receptiva nós estabelecemos essa parceria e graças a isso já devolvemos para a natureza muitos jabutis, guaxinins, jandaias, papagaios e outros animais da fauna da caatinga”, afirma.

            O gestor do Parque Estadual das Sete Passagens, José Manuel Pereira falou da satisfação em receber os animais  advindos dos cuidados do CEMAFAUNA. “Um dos papeis de unidades de conservação e proteção integral é também esse tipo de soltura, e quando essa demanda vem de uma instituição na qual existe um centro de triagem de animal silvestre temos a garantia de que esses animais não trarão nenhuma doença, nenhum risco de contaminação para a fauna já habitante do parque”, disse.

Cid fala sobre cortes de R$ 7 bilhões na Educação


O Ministro da Educação em reuniâo com Governador Paulo Câmara , Prefeito do Recife Geraldo Julio e outras autoridades

O Ministro da Educação em reuniâo com Governador Paulo Câmara , Prefeito do Recife Geraldo Julio e outras autoridades

O ministro da Educação, Cid Gomes, disse, na tarde de hoje, que o corte de R$ 7 bilhões do orçamento da Pasta, considerada prioritária pela presidente Dilma Rousseff, não vai prejudicar a atuação da área. “Não há um centavo de corte na atividade fim”, frisou Gomes, que disse concordar com a medida do Governo Federal.

O ministro disse que é preciso economizar de uma forma geral, para melhor aplicação dos recursos. “Os gastos de custeio no funcionamento da máquina precisam ser reduzidos”, disse ele. “É um esforço válido para o Brasil”, afirmou.

Pernambuco é o primeiro Estado visitado por Cid Gomes como Ministro da Educação. Ele pretende coletar experiências e projetos de sucesso que possam ser replicados por todo o País. Para o ministro, o ensino médio é ponto nevrálgico do sistema educacional e Pernambuco conseguiu uma grande ascensão neste setor.

Cid esteve nesta tarde no Palácio do Governo para um encontro e almoço com o governador Paulo Câmara (PSB). Embora o PSB tenha feito oposição a Dilma depois que o ex-governador Eduardo Campos decidiu se candidatar à Presidência, o comportamento é amistoso. Ele também se encontrou com prefeito Geraldo Júlio (PSB), que fez vários elogios ao ministro em seu discurso de saudação.

Escolas da Rede Municipal alertam pais para agilizar matrículas dos alunos


imagem

As matrículas destinadas aos novos estudantes da Rede de Ensino do Município de Petrolina teve início na última segunda-feira (5) e deve continuar no decorrer deste mês. São mais de 40 mil vagas distribuídas entre a sede e a zona rural. Parte delas foi destinada para os alunos que já faziam parte da Rede. Nesse caso, o período de matrículas aconteceu até o dia 12 de dezembro do ano passado. Porém, algumas escolas afirmam que 70% dos pais ainda não foram renová-las.

Segundo a Secretaria de Educação, O limite de vagas depende de cada unidade de ensino. Por isso, ela incentiva que os pais dos estudantes procurem, em tempo hábil, matricular seus filhos.

Caso especial

Nos casos das famílias que mudaram recentemente para o Residencial Nova Petrolina, para fazer a matrícula, devem procurar a Escola Municipal Ana Leopoldina, na Rua 8, sem número, do São Gonçalo. A escola está com vagas abertas do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental dos anos iniciais.

Saiu a programação oficial da Festa de Janeiro em Ouricuri-PE


festa esse

Programação da Festa de Janeiro em Ouricuri-PE

O Prefeito Cesar de Preto(PMDB) divulgou nesta sexta-feira(09) a programação da Festa de Janeiro, tradicional evento que Ouricuri promove a muitos anos para celebrar o seu  Padroeiro São Sebastião.

Cezar de Preto

O Prefeito Cesar de Preto falou a imprensa do evento

Em entrevista a imprensa falada e escrita da região,  o Prefeito disse que o evento está redondo e que a cidade vai se preparar mais uma vez para receber centenas de visitantes que já colocaram em sua agenda a festa da cidade.

Este ano segundo Cesar de Preto o custo do evento tá menor. A Prefeitura vai gasta R$ 1.700.000,00(Um milhão e setecentos mil reais). O ano passado foi de R$ 1.900.000,00

 

UMA BOA IDÉIA: Prefeitura de SP pagará para travestis estudarem


A Prefeitura de São Paulo começará a pagar esse ano uma bolsa de um salário mínimo mensal (R$ 788) para travestis e transexuais estudarem. A princípio, cem beneficiárias receberão o benefício e poderão concluir os estudos ou se matricularem em cursos técnicos do Pronatec, do governo federal.

A iniciativa é inédita na América Latina e considerada prioridade pelo prefeito Fernando Haddad (PT). Ele pediu pessoalmente a elaboração do programa, que custará cerca de R$ 2 milhões aos cofres públicos esse ano, conforme reportagem de Mariana Sanches, do jornal O Globo.

De acordo com o secretário municipal de Direitos Humanos, Rogério Sottili, a iniciativa começa com poucas vagas, mas deve ser ampliada no próximo semestre. O plano é que elas sejam beneficiadas por dois anos e deixem o programa com um emprego formal.

Coordenador de políticas LGBT do município e autor do programa, Alessandro Melchior lembra que as travestis “são alvo preferencial do tráfico de pessoas, do tráfico de drogas”. “Entre as beneficiárias, nenhuma tem renda fixa, todas vivem em moradia precária, não terminaram a escola e começaram a se prostituir ainda na infância. Delas, 31% admitiram ter silicone industrial injetado no corpo, e 60% afirmaram já ter sofrido alguma agressão física por sua identidade de gênero”, relata.